Alpinista escala mais de 150 metros sem cordas

Mich Kemeter, especialista em escalada sem o equipamento de segurança, realizou o feito no Parque Nacional Verdon, na França.

BBC Brasil, BBC

03 Maio 2012 | 15h27

Escalada solo

O alpinista austríaco Mich Kemeter, de 23 anos, escalou uma rocha de mais de 150 metros de altura sem cordas.

A escalada aconteceu há algumas semanas no Parque Nacional Verdon, na França e foi registrada pelo fotógrafo francês Alexandre Buisse, 26 anos, que acompanha e registra os feitos de alpinistas pelo mundo todo.

Buisse estava preso por cordas, acima de Kemeter, fazendo as imagens.

"Claro que, o mais importante para mim era não distrair Mich, não queria que ele caísse", disse o fotógrafo.

"(...) Em algumas fotos você pode ver que ele está usando uma mochila que, na verdade, tem um paraquedas que ele pode usar se cair, como no (filme) Missão Impossível mesmo", acrescentou.

Kemeter é especialista em escalada solo, sem cordas. Um estilo de escalada que, segundo a Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada (CBME) é praticado há muitos anos por montanhistas experientes.

"Normalmente, as vias praticadas nesse estilo possuem grau de dificuldade bem inferior ao limite de habilidade do 'solista'", explicou à BBC Brasil o presidente da CBME, Silverio Nery.

Nery afirmou ainda que "já ocorreram algumas fatalidades" com este tipo de escalada, "mas é raro".

"(...) A única vítima é sempre o próprio escalador, que afinal sabe (ou sabia) que uma falha seria fatal e que isso faz parte do jogo."

"O montanhismo e a escalada, assim como outros esportes de aventura, caracterizam-se pela busca da aventura e risco calculado. Sem o risco e o inesperado, não teriam acontecido as grandes conquistas da humanidade..."

"Nos dias de hoje o montanhismo e alguns outros esportes de aventura (surf, parapente...) talvez sejam das poucas atividades humanas que ainda incorporam esses elementos básicos da natureza humana. Por tudo isso, não faria sentido impor restrições a esse tipo de atividade", afirmou o presidente da CBME. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.