Alto rendimento por hectare atrai pequenos criadores

A associação de criadores de Itapetininga dá apoio ao pequeno criador, oferecendo cursos aos associados em parceria com o Sebrae e o Senar. ''''Vamos montar um confinamento coletivo, para tornar viável o abate de lotes comerciais '''', conta o presidente, Jaime de Oliveira Filho. Muitos eram criadores de gado, que arrendaram terras para usinas de açúcar e aproveitam áreas que sobram com ovinos. Oliveira se considera pequeno criador, mas quer crescer. Está redirecionando o plantel, voltado para a produção de lã, para a carne. O plano é chegar a 400 matrizes da raça santa inês no criatório do município de Angatuba e atender a intensa procura por matrizes. Uma matriz santa inês adulta custa em torno de R$ 250. O empresário Robson Aparecido Leite, proprietário da Savana, que abate e comercializa cordeiro, diz que ''''o santa inês tem bom padrão de carne.'''' A Savana também traz animais abatidos do Nordeste, que lidera a produção brasileira de ovinos de corte. Ele disse que já existe uma rede de frigoríficos exclusiva para ovinos ou mistos - também abatem suínos - no interior de São Paulo. Os mais próximos da capital funcionam em Araçariguama, Boituva, Tietê e Botucatu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.