Aluna pagava colegas de classe para não apanhar

PRESIDENTE PRUDENTE

Sandro Villar, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2010 | 00h00

Uma estudante de 12 anos de Junqueirópolis (SP) pagou R$ 800 a dois colegas que exigiam dinheiro para não agredi-la. A mãe da menina, dona de uma hospedaria, notou o sumiço de R$ 200 do caixa e procurou a polícia. A menina confessou o ocorrido.

Segundo o delegado André Luis Luengo, o caso é de extorsão e não bullying. A diretoria da escola confirmou o envolvimento da dupla. Um dos colegas teria devolvido R$ 170 à mãe da vítima. Os dois alunos que ameaçaram a menina foram transferidos para outra sala de aula e serão ouvidos hoje pela polícia.

Em 30 dias, Luengo encaminhará a sindicância ao Ministério Público. "Se a denúncia for confirmada, o Ministério Público e a polícia podem pedir a internação dos dois alunos na Fundação Casa", alertou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.