Alunos da Gama Filho promovem protesto no Rio

Cerca de 150 alunos e funcionários da Universidade Gama Filho e da UniverCidade, duas universidades particulares do Rio, promoveram nesta terça-feira, 7, à tarde um protesto no centro da capital fluminense cobrando solução do Ministério da Educação para a situação dessas instituições. Os estudantes se reuniram na Candelária e seguiram em passeata pela avenida Rio Branco rumo à Cinelândia.

FÁBIO GRELLET, Agência Estado

07 de janeiro de 2014 | 19h45

Segundo os alunos, embora eles estejam pagando em dia suas mensalidades, funcionários e professores não recebem salários há meses. Eles temem que o Ministério da Educação descredencie as universidades, administradas pelo grupo Galileo Educacional, e pedem que o governo federal intervenha assumindo a administração delas.

Nesta terça e manhã, outro grupo de alunos ocupou a sede do Ministério da Educação, em Brasília, para exigir uma reunião com o ministro Aloizio Mercadante. Ao longo do dia, assessores do ministro se reuniram com o grupo.

Mais conteúdo sobre:
protestosGama Filho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.