Alunos e servidores fazem protesto na USP

Manifestação ocorre porque a reitoria não teria liberado funcionários para V Congresso da USP

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

27 de maio de 2008 | 12h08

Estudantes e funcionários da Universidade de São Paulo (USP) fazem um piquete em frente ao prédio da reitoria para tentar convencer servidores a não entrar no local. O protesto, segundo os manifestantes e o Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp), ocorre porque a reitoria não teria liberado os funcionários para participar do V Congresso da USP. Os alunos bloquearam as duas entradas principais da reitoria com cavaletes de madeira, mas afirmam que pretendem uma nova ocupação do prédio. A assessoria de imprensa da USP, no entanto, assegurou que a reitora não impediu a participação dos servidores no congresso. A USP informou ainda que foi decidido um recesso acadêmico de uma semana e oferecida toda a infra-estrutura para a realização do evento, como transporte, alojamentos, auditórios e a impressão de materiais para divulgar os resultados do congresso. A universidade informou, também, que somente os seguranças da reitoria estariam no edifício.

Mais conteúdo sobre:
USPeducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.