Alunos põem fogo em sala de aula em São Roque

Revoltados por terem sido suspensos após pularem o muro da escola, quatro estudantes atearam fogo em uma sala de aula da Escola Municipal de Ensino Fundamental Barão de Piratininga, em São Roque, a 62 km de São Paulo. A ação ocorreu durante o intervalo do período noturno, por volta de 21h30 de ontem. Uma carteira foi inteiramente queimada e o piso e a parede ficaram chamuscados pelo fogo. Uma professora chegou a tempo de pedir ajuda e evitar que as chamas se alastrassem.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 17h07

Os alunos, com idades entre 15 e 16 anos, negaram a ação, mas policiais militares encontraram um isqueiro com um deles. Os adolescentes foram levados para a Delegacia de Polícia do município e liberados na presença dos responsáveis. Os pais dos estudantes não falaram com a imprensa. A direção da escola abriu processo para decidir sobre as possíveis medidas punitivas. Na escola estudam mais de mil alunos. Na sala atingida pelo fogo, as aulas estavam suspensas ontem.

A diretora de Educação do município, Márcia Nunes, disse que os fatos estão sendo apurados. "Eles são adolescentes e às vezes tomam atitudes que não condizem com o que a escola ensina. Os jovens de hoje precisam de muita orientação, pois às vezes veem isso como uma brincadeira e não pensam nas consequências do que estão fazendo", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
estudantesfogoescolaSão Roque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.