American Airlines processa Google por palavras em links pagos

Companhia aérea acusa a gigante de buscas a direcionar usuários para empresas concorrentes

20 Agosto 2007 | 11h20

A empresa aérea American Airlines abriu um processo contra a gigante de buscas Google alegando que o mecanismo de buscas infringe as marcas registradas da companhia ao usá-las como palavras-chave para direcionar usuários para links pagos.   O objetivo da ação é impedir que as empresas concorrentes, para onde são direcionadas os links, tenham anúncios exibidos no Google a partir de pesquisas pelo nome "american airlines".   Além de pedir que o motor de buscas seja impedido de vender anúncios associados ao nome da empresa, a companhia aérea quer ser reembolsada com o dinheiro que a companhia tenha ganho, uma vez que, ao associar o nome da American Airlines a publicidade, o tráfego é direcionado para empresas que prestam serviços concorrentes.   Embora outras empresas tenham aberto ações similares contra o Google, a American é provavelmente a maior, segundo um post no blog do professor de direito Eric Goldman. "Se o processo seguir o seu curso, deve ser duro e caro", afirma o especialista.

Mais conteúdo sobre:
Google Marketing Web 2.0 Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.