Americano de 17 anos é o mais jovem a dar volta ao mundo sozinho em barco

Zac Sunderland completou 45 mil km em 13 meses.

BBC Brasil, BBC

17 Julho 2009 | 06h24

Um adolescente americano se tornou a pessoa mais jovem a dar a volta ao mundo sozinho em um barco.

Zac Sunderland, de 17 anos, completou a viagem de 45 mil km em 13 meses, enfrentando tempestades, falhas em seu equipamento de bordo e supostos piratas.

Centenas de pessoas estavam esperando por ele na chegada, na Marina del Rey, na Califórnia, seu Estado-natal.

Sunderland disse à BBC que a experiência foi difícil, mas que ele nunca pensou em desistir.

Além disso, o jovem contou ter aprendido muito sobre o mundo com a viagem.

"Fui a lugares onde 13 pessoas moram em uma cabana suja, mas são as pessoas mais generosas do mundo", afirmou.

Piratas

Suderland partiu da mesma Marina del Rey em 14 de junho de 2008. Dali, ele seguiu para Darwin, no norte da Austrália, completando a rota com paradas na Cidade do Cabo, na África do Sul, e nas Ilhas Galápagos, no Equador.

Seu iate, com 36 pés (cerca de 11 metros), batizado de "Intrepid", foi comprado com dinheiro que o próprio Sunderland economizou.

Ele se manteve em contato com a família via satélite, e se encontrou com seu pai em vários locais onde fez paradas.

Enquanto navegava, o jovem ingeria alimentos desidratados e congelados.

Por causa de problemas no barco, ele sofreu com a falta de sono.

Suderland também chegou a ser cercado por supostos piratas no Oceano Índico, mas eles teriam desistido de atacá-lo.

Desafio

O recorde, no entanto, poderá ser batido em breve.

Mike Perham, britânico que é mais novo que Sunderland, deve terminar sua volta ao mundo dentro de três semanas.

Mas o americano disse não estar preocupado. "Alguém vai me superar algum dia", afirmou.

A Associação Americana de Iatismo, no entanto, já o agraciou com o título de primeira pessoa com menos de 18 anos a completar a volta ao mundo sozinha.

Suderland revelou que já tem planos para uma nova empreitada. "Vou subir o Everest ou vou viajar para o Ártico", contou. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.