Amigos de dentista pedem doação de sangue na internet

Amigos do dentista Alexandre Peçanha Gaddy, queimado durante um assalto ao seu consultório na última segunda-feira, 27, em São José dos Campos, interior de São Paulo, estão pedindo, através do facebook, que as pessoas doem sangue à vítima. Segundo eles, Gaddy segue internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Israelita Albert Einstein, para onde foi transferido nessa sexta-feira, 31.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

03 de junho de 2013 | 11h00

Na corrente criada na rede social, os amigos pedem que as pessoas compareçam ao banco de sangue do hospital e doem em nome do dentista. Não há especificação do tipo sanguíneo de Gaddy. De acordo com o último boletim médico, o estado de saúde do dentista é crítico.

Gaddy foi encontrado ainda consciente por policiais e contou que dois criminosos invadiram o seu consultório por volta das 21h. Como não encontraram dinheiro no local, eles atearam fogo conta o corpo do dentista. Até esta segunda-feira, 3, ninguém havia sido preso.

O hospital fica na avenida Albert Einstein, 627, Morumbi, zona sul da capital. O banco de sangue funciona das 08h às 21h durante a semana e aos sábados das 08h às 17h, no quarto andar do bloco A.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.