Amy Winehouse é hospitalizada em Londres

Cantora britânica teve 'uma reação a medicamentos', disse porta-voz.

Da BBC Brasil, BBC

28 Julho 2008 | 21h21

A cantora britânica Amy Winehouse foi internada às pressas em um hospital de Londres nesta segunda-feira.Um porta-voz de Winehouse, Chris Goodman, confirmou que ela deu entrada no University College Hospital depois de sofrer "uma reação a medicamentos"."Os médicos recomendaram que ela seja mantida sob observação esta noite e ela provavelmente receberá alta amanhã."A saúde da cantora, de 24 anos, vem causando preocupação na família e nos fãs. No mês passado ela se submeteu a tratamento depois de identificados sinais de enfisema pulmonar.Winehouse foi levada para o hospital nesta segunda-feira de ambulância. O pai, Mitch, que no passado manifestou temores sobre o efeito do uso de drogas pela filha em sua saúde, está ao seu lado no University College Hospital. EnfisemaAmy Winehouse tem estado no centro das atenções da mídia desde o ano passado devido à sua dependência de drogas.Em junho, mesmo depois de ter recebido o diagnóstico de enfisema, ela se apresentou no show em homenagem ao ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, em Londres, e no festival de Glastonbury. O marido da cantora, Blake Fielder-Civil, foi sentenciado a dois anos e três meses de prisão por atacar um homem e obstruir o trabalho da Justiça britânica.Fielder-Civil, de 26 anos, admitiu o ataque contra James King, de 36, em um pub no leste de Londres em junho de 2006.O pai de Winehouse espera que o genro possa refazer sua vida quando sair da prisão. "Se Blake sair da prisão e provar ser uma influência positiva para Amy, ele terá uma vida fantástica e deixará seus pais muito orgulhosos." Ele acrescentou que a filha quer ter filhos, "provavelmente com Blake, e que eles serão sua droga por escolha, porque ela é louca por crianças".BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.