ANA prorroga redução da vazão mínima de reservatórios

Redução temporária da descarga mínima defluente dos reservatórios de Sobradinho e Xingó se dará até o dia 30 de setembro

AYR ALISKI, Estadão Conteúdo

26 Agosto 2014 | 11h36

A Agência Nacional de Águas (ANA) determinou, mais uma vez, a prorrogação até o dia 30 de setembro de 2014 da redução temporária da descarga mínima defluente dos reservatórios de Sobradinho e Xingó, no rio São Francisco. A redução é de 1,3 mil metros cúbicos por segundo para 1,1 mil metros cúbicos por segundo. A decisão está presente na resolução nº 1.258, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 26.

Na decisão, a Aneel cita a importância dos reservatórios de Sobradinho, Itaparica (Luiz Gonzaga), Apolônio Sales (Moxotó), Complexo de Paulo Afonso e Xingó, para a produção de energia do Sistema Nordeste e para o atendimento dos usos múltiplos da bacia do rio São Francisco. A agência determinou, ainda, que a CHESF dê publicidade das informações técnicas aos usuários da bacia e ao respectivo Comitê de Bacia, durante o período de vazões defluentes mínimas reduzidas.

A prorrogação adotada hoje, no entanto, não é uma medida nova. Em 29 de julho, a ANA já havia publicado decisão pela ampliação do período de redução de descarga mínima dos reservatórios de Sobradinho e Xingó até 31 de agosto. Desde abril de 2013 está em vigor o nível de saída de 1,1 mil metros cúbicos por segundo.

Mais conteúdo sobre:
ANASobradinhoXingó

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.