Anac abre consulta pública p/ criar áreas de escape

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) abriu ontem (05) consulta pública para a coleta de sugestões destinadas à elaboração de proposta de criação de área de segurança de final de pista de todos os aeroportos do país administrados pela Infraero, prefeituras e governos estaduais.Denominadas RESA na sigla em inglês(Runway End Safety Area), as áreas objetivam reduzir o risco de dano à aeronave que faça pouso antes ou depois da cabeceira e facilitar a movimentação de equipes de salvamento e de combate a incêndio.De acordo com a Anac, esse tipo de área é uma tendência internacional. Os Estados Unidos iniciaram o projeto de área de segurança em 1999. Nas pistas mais novas dos aeroportos de Brasília, Guarulhos e Galeão já existem área de segurança. Ela também já está sendo implantada no aeroporto de Congonhas onde houve redução de 300 metros na pista principal e 240 metros na auxiliar. Nesse caso, o encurtamento das pistas foi necessário porque não existia área disponível e adequada para ampliar a pista.No aeroporto de Congonhas está sendo implantada a área de escape.As mudanças nos aeroportos vão acontecer gradualmente. Para iniciar a implantação dessas áreas foi elaborada uma minuta com orientações sobre os procedimentos a serem seguidos pelos operadores da infra-estrutura aeroportuária no Brasil. A minuta e a consulta pública estão disponíveis no site da Anac www.anac.gov.br até 31 de outubro. As informações são da Agência Brasil.

AE, Agencia Estado

06 de outubro de 2007 | 18h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.