Anac acompanha ocorrência com avião em Brasília

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está acompanhando presencialmente a assistência aos passageiros do voo da Avianca que fez um pouso de emergência no final da tarde desta sexta-feira, 28, em Brasília. Em nota, a Anac reforça informação que já havia sido divulgada pela companhia aérea, de que o voo seguia de Petrolina (PE) a Brasília (DF) com 44 passageiros e 5 tripulantes a bordo e pousou "de forma segura" no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek às 17h42.

AYR ALISKI, Agência Estado

28 Março 2014 | 21h01

Dos passageiros que estavam no voo que fez pouso "de barriga" no aeroporto Juscelino Kubitschek, 20 seguiram viagem em voos da própria companhia; 14 seguiram para suas residências em Brasília e 9 adultos e uma criança foram acomodados em um hotel, informa a Anac.

Fiscais da Anac estão acompanhando o atendimento prestado pelas companhias aéreas que possam ter suas operações impactadas pela interdição de uma das pistas do terminal aéreo da capital federal. A agência também monitora a desinterdição da pista e o processo de retirada da aeronave do local.

As investigações sobre as causas do ocorrido estão sendo realizadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), do Comando da Aeronáutica, órgão que já está trabalhando no local, relata a Anac.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.