Anac aprova documentos de vencedores do leilão dos aeroportos

Os três consórcios vencedores do leilão de concessão dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília tiveram suas respectivas documentações aprovadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), informou o órgão regulador nesta sexta-feira.

REUTERS

17 de fevereiro de 2012 | 17h04

De acordo com a Anac, cuja diretoria se reuniu na quarta-feira, "tal documentação está em conformidade com as exigências editalícias".

Assim, para o aeroporto de Guarulhos (SP) foi habilitado o consórcio Invepar-Acsa, formado pela brasileira Invepar e a sul-africana Airports Company South Africa (Acsa). O grupo surpreendeu a fazer uma oferta de 16,2 bilhões de reais pelo terminal, valor quase cinco vezes superior ao preço mínimo estipulado pelo governo. Não houve propostas no leilão viva-voz.

Para o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), o consórcio Aeroportos Brasil, formado por Triunfo Participações, UTC Participações e Egis Airport Operational foi habilitado. O grupo ofereceu 3,8 bilhões de reais, com ágio de 160 por cento.

Já para Brasília a Anac habilitou o consórcio Inframérica Aeroportos, formado pela Infravix Participações e Corporación América, que venceu a disputa com uma proposta de 4,5 bilhões de reais. Este foi o único aeroporto em que houve disputa viva-voz no leilão realizado em 6 de fevereiro.

No total, os vencedores do leilão e a Infraero, que terá 49 por cento das Sociedades de Propósito Específico (SPEs) que serão criadas para gerir os aeroportos, desembolsarão 24,5 bilhões de reais para ficar com três dos maiores aeroportos brasileiros.

A concessão dos empreendimentos para a iniciativa privada tem como pano de fundo a forte necessidade de investimentos na infraestrutura aeroportuária do país antes da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

Entre 23 e 29 de fevereiro, os consórcios derrotados poderão pedir acesso aos documentos dos vencedores. Depois disso, entre 1o e 7 de março, poderão apresentar recursos, na Anac, contra o resultado do leilão.

(Por Carolina Marcondes e Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
TRANSPORTESANACDOCUMENTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.