Anatel adia definição sobre prorrogação da licença de 1,8 GHz da Oi

O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deve analisar na próxima quinta-feira a definição sobre pedido da Oi para prorrogar a licença de uso da faixa de frequência da chamada banda D, de 1,8 GHz, para serviço celular de segunda geração (2G), segundo o relator do caso, conselheiro Jarbas Valente.

REUTERS

23 de outubro de 2014 | 17h29

Na reunião desta quinta-feira, Valente havia solicitado adiar a decisão até o dia 4 de novembro. Mas, em conversa com jornalistas, o conselheiro disse que pretende trazer o assunto de volta à pauta antes e que a data de 4 de novembro foi fixada porque trata-se do limite máximo de seu mandato como conselheiro, que termina no dia seguinte.

Valente explicou ainda que, mesmo no caso do conselho decidir não prorrogar a licença, o atual contrato só vence em abril de 2016.

Representantes da Oi não comentaram o assunto.

(Por Leonardo Goy)

Mais conteúdo sobre:
TELECOMOISALICENCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.