Andar de sobrado não oferece risco, afirma Defesa Civil

O sobrado que sofreu um desabamento na manhã desta terça-feira, no centro do Rio, não apresenta mais riscos e não será demolido, segundo a Defesa Civil Municipal. Uma equipe de engenheiros da Defesa Civil realizou a inspeção no local. Segundo o órgão, apenas os escombros do segundo andar da casa serão retirados.

GHEISA LESSA, Agência Estado

15 Maio 2012 | 16h34

Segundo agentes que estão no local na tarde de hoje, os escombros começaram a ser retirados assim que a perícia foi concluída e não há previsão para o término dos serviços. A Defesa Civil informa também que há interdição apenas na rua em frente ao sobrado e de parte da calçada.

O segundo andar do imóvel, localizado no número 90 da Rua Lavradio, no bairro da Lapa, região central da cidade, cedeu no início da manhã desta terça-feira. Segundo sub-secretário da Defesa Civil do Estado, coronel Márcio Motta, a queda aconteceu porque a estrutura da casa é antiga e a construção estaria abandonada pelos proprietários.

O prédio pertence ao bloco carnavalesco Cordão Bola Preta e estava desativado. Segundo a assessoria do Bola Preta, o imóvel iria entrar em obras orçadas em mais de R$ 2 milhões e aguardava a licitação da Prefeitura do Rio. O sub-secretário da Defesa Civil informou que o casarão foi interditado pelo órgão no início deste ano. Como muitos prédios antigos no Rio, o sobrado estava sem manutenção, afirmou Motta.

Mais conteúdo sobre:
desabamento sobrado RJ Defesa Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.