Anquier abre bistrô após 6 anos de jejum

Olivier Anquier cometeu um furto. Nada que arranhe a imagem do carismático francês, justamente no ano da França no Brasil. Depois de seis anos de jejum, Anquier inaugura, em junho, um bistrô, o L’Entrecôte de ma Tante (R. Dr. Mário Ferraz, 17, 3034-5324). O "furto" em questão, como o nome do futuro restaurante avisa, é a receita de entrecôte de sua tia Nicole, o único prato principal da casa (a cobiçada e suculenta carne está na continuação do contrafilé). Será acompanhado de batatas fritas. Além dele, o menu enxuto trará apenas uma salada com nozes. E cinco opções de sobremesas, entre elas uma musse de chocolate amargo que será oferecida à mesa em uma travessa grande, para que os clientes se sirvam. Você pega o quanto quiser. O sistema, aliás, vai funcionar para outros pratos também. "Quero mostrar que a família francesa é generosa nas porções", explica o chef. Ele promete preços abaixo de R$ 40. Agora só falta convencer tia Nicole a deixar Versalhes em junho para a abertura da casa para conferir a cozinha do sobrinho.

30 Abril 2009 | 10h04

Mais conteúdo sobre:
Paladar Olivier Anquier bistr&ocirc

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.