ANS defende troca de plano de saúde sem carências

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) defendeu ontem a nova regra da portabilidade, que permite a usuários de planos de saúde individuais e novos (assinados a partir de 99) trocar de plano sem cumprir novas carências. Segundo Fábio Fassini, gerente geral da ANS, os usuários de planos individuais têm mais dificuldade para negociar carências ao trocar de plano. ?O usuário de plano individual não tem poder de barganha e uma rigidez maior na negociação das carências.? O Procon de SP e outras entidades defensoras dos consumidores divulgaram críticas ao fato de planos antigos e coletivos, maioria do mercado, terem sido excluídos do benefício. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.