ANS suspende a venda de planos da Real Saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou nesta sexta-feira a suspensão da venda de planos da Real Saúde e determinou a implementação de um regime especial de direção técnica na operadora. Em comunicado em sua página na internet, o órgão regulador informou que a decisão foi motivada pelo crescente número de reclamações recebidas de beneficiários.

EQUIPE AE, Agência Estado

21 Dezembro 2012 | 14h49

"As medidas foram tomadas devido às dificuldades da operadora Real Saúde para garantir cobertura assistencial aos seus clientes", disse a ANS na nota, destacando que a operadora desde quinta-feira (20) não pode receber novos usuários, "mas deverá garantir a assistência aos atuais".

A agência esclareceu ainda que, pelo regime de direção técnica, definiu um agente para atuar junto à Real Saúde na correção dos problemas administrativos e assistenciais. "Se identificar a incapacidade operacional da operadora, a ANS poderá determinar o seu cancelamento ou liquidação", acrescentou o comunicado.

A ANS também decretou a direção técnica na operadora Unimed Guararapes, que estava com a venda de seus planos suspensa.

Mais conteúdo sobre:
ANS Real Saúde suspensão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.