Answers.com vê crescimento em usuários de wikis

Para incentivar crescimento do site, executivos vão estreitar conexão com o novo WikiAnswers.com

Reuters,

04 Junho 2008 | 15h46

Posicionado entre o Google e a enciclopédia online colaborativa Wikipedia, o site de referência Answers.com pretende criar um novo modelo de crescimento.   O site constatou que seus milhões de usuários desejam receber informações escritas por outros usuários, em projetos coletivos conhecidos como wikis, em companhia dos verbetes enciclopédicos tradicionais que oferece.   Para incentivar o crescimento, executivos da Answers disseram à Reuters na terça-feira que planejam conectar de maneira mais estreita esses resultados da Answers.com ao da irmã mais nova do site, a WikiAnswers.com, criada 18 meses atrás.   Ambos os sites oferecem respostas com base em perguntas apresentadas por um usuário, em lugar de buscas baseadas em palavras-chave individuais como as oferecidas pelo líder do segmento de buscas, o Google.   "As pessoas estão retornando ao formato de respostas. Foi assim que começou, e é a isso que elas querem voltar", disse Robert Formentin, vice-presidente de vendas de publicidade da Answers.   Alguns dos concorrentes no mercado de buscas, entre as quais a Ask.com, da IAC/InterActive, também estão dedicando atenção aos usuários interessados em receber respostas a questões específicas, em lugar de vasculharem resultados para localizar os dados de que precisam.   Bob Rosenschein, o presidente-executivo do grupo, disse que a empresa fomentaria mais "fertilização cruzada" entre a Answers.com e a WikiAnswers.com, por meio de uma barra comum de buscas, entre outros recursos.   O número de páginas visitas na WikiAnswers cresceu a mais de 2 milhões ao dia em março, ante cerca de 250 mil quando o site entrou em operação, no começo de 2007.     O site também registra agora 10,3 milhões de visitantes únicos ao mês, de acordo com os números de abril, e deve atingir os 11 milhões no começo de junho. "Jamais estive envolvido em um projeto que crescesse rápido assim", disse Rosenschein.   A Answers Corp havia conquistado manchetes com seus planos de comprar a Lexico, controladora do site Dictionary.com, por US$ 100 milhões em dinheiro. Os planos foram abandonados quando o grupo suspendeu uma oferta de ações que seria realizada para levantar o capital requerido, e a Lexico acabou sendo comprada pela Ask.com, da IAC.

Mais conteúdo sobre:
Google

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.