Antique, 37, um microlote cultivado no meio da floresta

Vem de um talhão com pés de café plantados em 1973, o mais antigo da Daterra, no Cerrado mineiro, um dos microlotes lançados pelo Ateliê do Café.

Janaina Fidalgo, O Estado de S.Paulo

13 Janeiro 2011 | 00h33

Orgânico e cultivado no meio de uma floresta, o Antique - Edição Limitada 37 anos faz parte de um microlote que rendeu apenas três sacas (cerca de 180 kg). Naturais, os grãos são secos em terreiro suspenso e dão uma bebida com doçura elevada e acidez média. Tem aroma frutado e notas de avelã. Já disponível no site do Ateliê (www.ateliedocafe.com.br), em embalagens de 250g (R$ 32,10), o Antique pode ser comprado em grãos ou moído (para prensa francesa, expresso, café turco, coador ou moka).

Outra novidade do Ateliê é o microlote Acauã, uma variedade pouco conhecida do arábica. Produzido em quantidade ainda menor que o Antique - apenas duas sacas -, tem acidez média e aroma floral, com notas achocolatadas (R$ 32,10 a embalagem de 250g). Começa a ser vendido só a partir do dia 24. E, a partir deste mês, todas as compras acima de 1 kg, na região de São Paulo, Campinas, Jundiaí, Itu, Sorocaba, Vinhedo e Valinhos, têm frete grátis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.