ANTT nega recurso da ALL e determina atendimento a Rumo e Agrovias

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) negou recursos da ALL e determinou que a companhia de ferrovias cumpra contratos com a Rumo Logística, empresa da Cosan, e também com a Agrovias, segundo resoluções publicadas no Diário Oficial desta terça-feira.

Reuters

08 Abril 2014 | 08h50

A ANTT determinou atendimento imediato às usuárias, também estabelecendo um prazo de 60 dias para que a ALL apresente um plano de ação para viabilizar "pleno atendimento", nos termos dos contratos firmados com as empresas.

A decisão ocorre em meio à disputa judicial entre a ALL e a Rumo devido ao cumprimento de contratos, e após a companhia de ferrovias enfrentar questionamentos do governo sobre seus investimentos.

Além disso, no fim de fevereiro, a ALL recebeu da Rumo uma proposta de incorporação, que deve ser avaliada por seu Conselho de Administração até 15 de abril.

(Por Roberta Vilas Boas; Edição de Marcela Ayres)

Mais conteúdo sobre:
TRANSPORTES ANTT ALL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.