Anvisa alerta sobre uso de antidiabético

BRASÍLIA

, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2011 | 00h00

A prescrição da droga Victoza - um remédio indicado para o tratamento de diabete tipo 2 - para pacientes que querem perder peso levou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a emitir esta semana um nota de alerta com o objetivo de desestimular seu uso como emagrecedor.

De acordo com a agência, "o Victoza é um produto "biológico". Ou seja, trata-se de uma molécula de alta complexidade, de uso injetável, contendo a substância liraglutida. O medicamento, fabricado pelo laboratório Novo Nordisk, foi aprovado pela Anvisa em 2010 para uso específico no tratamento de diabetes tipo 2".

A Anvisa adverte que, nos estudos clínicos do registro e nos relatórios apresentados à agência, foram relatados eventos adversos associados ao Victoza, como hipoglicemia, dores de cabeça, náusea e diarreia. Há riscos ainda de pancreatite, desidratação e alteração da função renal e distúrbios da tireoide, como nódulos e casos de urticária. "O uso do produto para qualquer outra finalidade que não seja como antidiabético caracteriza elevado risco sanitário para a saúde da população", diz a nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.