Anvisa amplia faixa etária para uso de vacina para HPV

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira, 28, a ampliação da faixa etária para o uso da vacina bivalente de HPV. Antes da decisão, o imunizante era indicado para meninas entre 10 e 25 anos. Com a mudança, seu uso pode ser feito para meninas maiores de 9 anos. A mudança foi feita a pedido da fabricante, a GlaxoSmithKline

LÍGIA FORMENTI, Agência Estado

28 de junho de 2013 | 19h27

A decisão vale apenas para a bivalente. Há no mercado outra vacina, quadrivalente, produzida pela MerckSharp&Dohme. Seu registro na Anvisa é para mulheres e homens com idade entre 9 e 26 anos.

As duas vacinas estão disponíveis apenas em clínicas particulares. O Sistema Único de Saúde (SUS) deverá ainda este ano anunciar a incorporação do imunizante no programa nacional. Ele deverá ser produzido no País, por meio de uma parceria público privada.

A vacina quadrivalente dá proteção contra o HPV 6, 11, 16 e 18; e a vacina bivalente proteção contra HPV 16 e 18.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, tanto a vacina bivalente quanto a quadrivalente são mais indicadas para meninas que ainda não iniciaram a vida sexual porque apresentam maior eficácia na proteção de pessoas que nunca tiveram contato com os tipos virais presentes nas vacinas. Países que adotam a vacinação em programas nacionais de imunização utilizam a faixa etária de 9 a 13 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
AnvisavacinaHPV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.