Anvisa desistiu de criar regras para crianças

Ainda não há regulamentação no País sobre a propaganda dirigida ao público infantil - inclusive para a internet.

, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2010 | 00h00

Em 2006, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) propôs, por meio de consulta pública, restrições de horários para comerciais de alimentos com altos teores de açúcar, gorduras e sódio e de bebidas de baixo teor nutricional. A proibição de anúncios desses produtos em programas para crianças também foi discutida.

Mas, há pouco mais de uma semana, a agência abrandou as regras. O objetivo agora é fazer normas gerais para alertar sobre os riscos desses produtos, sem focar especificamente no público infantil. A mudança decorre do fracasso da agência em tentar outras restrições, como, por exemplo, ao horário para a propaganda de cerveja.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.