Anvisa determina suspensão de propaganda de iogurte Activia

Para a Danone, responsável pelo produto, a decisão'trata apenas de uma questão de linguagem publicitária'

Alexandre Gonçalves, de O Estado de S. Paulo,

27 de junho de 2008 | 13h34

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a veiculação das propagandas do iogurte Activia que, segundo o órgão, "sugerem o produto como forma de tratamento para o funcionamento intestinal irregular". A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.   Em nota divulgada no seu site, a Anvisa afirma que "as peças publicitárias induzem o consumidor à idéia de que a ingestão do produto é solução definitiva para problemas de constipação intestinal". Mas, para a agência, o Activia "apenas contribui para o equilíbrio da flora (do intestino)". A propaganda massiva contribuiria para que uma pessoa retardasse "o diagnóstico de doenças potencialmente graves que apresentam como sintoma a constipação", justifica a Anvisa.   Para a Danone Ltda., responsável pelo produto, a decisão da Anvisa "trata apenas de uma questão de linguagem publicitária". Em nota à imprensa, a empresa afirmou que ainda "não foi diretamente notificada e aguarda os fundamentos que justificam tal iniciativa". A Danone também confirmou a ação do iogurte na regulação do trânsito intestinal.   De acordo com a agência, os meios de comunicação que veicularem a propaganda estarão sujeitos a multas entre R$ 2 mil e R$ 1,5 milhão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.