Anvisa vai recolher lotes de leite adulterado em Sorocaba

Agentes da Vigilância Sanitária de Sorocaba, no Estado de São Paulo, vão recolher pessoalmente, a partir de segunda-feira, os nove lotes de leite das marcas Calu, Parmalat e Centenário interditados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) devido à constatação de irregularidades no processamento por cooperativas do Estado de Minas Gerais. De acordo com a diretora de Saúde Coletiva, Eliana de Paula Leite, a inspeção dos hipermercados, supermercados e distribuidoras de leite da cidade visa a evitar alarme ou problemas em relação a lotes das mesmas marcas que estão liberados para consumo.Hoje, já se sabia que há leite das três marcas no comércio local, mas ainda não tinha sido apurado se fazem parte dos lotes interditados. "O consumidor deve estar atento e checar nas embalagens o número do lote." O recolhimento do leite foi solicitado pela Anvisa como medida de precaução e segurança à saúde pública. Os estabelecimentos que, após a notificação, mantiverem expostos ao público os lotes interditados podem ser multados em até R$ 200 mil.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

26 de outubro de 2007 | 19h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.