Ao menos 400 pessoas morreram em confrontos na cidade síria de Kobani, diz grupo

Ao menos 400 pessoas foram mortas durante três semanas de confrontos entre o Estado Islâmico e combatentes curdos dentro e ao redor da cidade síria de Kobani, perto da fronteira com a Turquia, disse um grupo de monitoramento nesta terça-feira.

REUTERS

07 de outubro de 2014 | 08h45

A cifra de mortos inclui combatentes de ambos os lados e também civis, disse o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A organização afirmou ter documentado 412 mortes a partir de fontes no terreno, mas o número real seria provavelmente o dobro.

(Reportagem de Mariam Karouny)

Mais conteúdo sobre:
SIRIAKOBANIMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.