Apátridas exigem reconhecimento de cidadania no Kuweit

Mais de 1.000 apátridas fizeram um protesto no Kuweit nesta sexta-feira para exigir o reconhecimento da cidadania, e dezenas de pessoas foram detidas pela polícia, disseram testemunhas.

REUTERS

18 de fevereiro de 2011 | 15h48

As forças de segurança dispersaram a manifestação à força, usando bombas de fumaça e canhões de água depois que os manifestantes ignoraram os avisos para que deixassem o local. Não havia registro de vítimas.

Os apátridas, residentes há muito tempo no Kuweit e conhecidos como beduínos, exigiam o direito à cidadania, educação, saúde e empregos, benefícios disponíveis apenas aos nacionais do Kuweit.

(Por Martina Fuchs)

Tudo o que sabemos sobre:
KUWEITCIDADANIAPROTESTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.