Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Apesar da agenda intensa, papa se manteve conectado

Além do contato direto intenso com os participantes da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) o papa Francisco manteve ativa sua página no Twitter na última semana. O pontífice publicou 17 mensagens em seu perfil @Pontifex desde que desembarcou no Rio de Janeiro, no último dia 22.

MARIANA DURÃO, Agência Estado

28 de julho de 2013 | 14h25

Só neste domingo o papa escreveu, até agora, quatro mensagens. A última delas entrou na rede social por volta das 10h da manhã e pedia aos fiéis que se identificassem com Jesus. "Deixemos que a nossa vida se identifique com a vida de Jesus, para termos os seus sentimentos e os seus pensamentos", disse o papa. Mais cedo, ele fez outro apelo aos internautas católicos: "Queridos jovens, sejam verdadeiros "atletas de Cristo"! Joguem no seu "time"! #Rio2013 #JMJ

Em muitas ocasiões Jorge Bergoglio traduziu em 140 caracteres alguns pontos cruciais de seus discursos no Brasil, como o pedido de que os fiéis saiam de suas paróquias para disseminar o Evangelho e que busquem novos discípulos. Outro ponto de sua palavra traduzido na rede social foi a importância da sociedade dar apoio aos necessitados.

O líder da igreja católica também recomendou que os jovens tentem rezar diariamente, embora ressaltando que a reza é apenas uma ponte para o compromisso contínuo da vida cristã. E pediu aos seus seguidores (na religião e no Twitter) confiança nos bispos, que chamou de Pastores do Povo de Deus.

O Twitter também foi um canal para que o papa agradecesse inúmeras vezes aos jovens católicos do mundo todo que lotaram a cidade durante a Jornada. "Inesquecível Festa de Acolhida em Copacabana! Que Deus lhes abençoe a todos!", disse na sexta-feira aos 592.279 seguidores de seu perfil.

Mais conteúdo sobre:
JMJpapa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.