Apesar de FHC, Alckmin mantém disposição de crítica a Kassab

O candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin, ignorou nesta quinta-feira recomendação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e disse que continuará enfrentando o prefeito e candidato Gilberto Kassab (DEM) para chegar ao segundo turno. "Agora no primeiro turno todo mundo deve se esforçar para chegar no segundo turno. Eleição é disputa, todos estão concorrendo e estou trabalhando para que o PSDB chegue no segundo turno junto com o PT", disse Alckmin a jornalistas, após debate na Associação Paulista de Magistrados. Segundo o tucano, sua candidatura tem chance de vitória porque "a ex-prefeita Marta não fez um bom governo e a população sabe disso". Marta Suplicy esteve à frente da administração paulista de 2001 a 2004. Nesta manhã, Fernando Henrique defendeu que Alckmin encerre os ataques a Kassab e que a disputa seja travada com o PT. Desde que Alckmin e Kassab aparecem empatados em segundo lugar nas pesquisas, aumentando a indefinição sobre quem irá ao segundo turno enfrentar Marta, o tucano tem elevado as criticas ao prefeito. (Reportagem de Carmen Munari)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.