Após 3.º ataque, Rio aumenta proteção a turista estrangeiro

Delegacia de Apoio ao Turista pediu reforço policial nas áreas onde há grande concentração de viajantes

Fabio M. Michel, estadao.com.br

19 de fevereiro de 2009 | 20h04

Uma nova tentativa de assalto contra turistas estrangeiros foi registrada no início da tarde desta quinta-feira, 19, no Rio. Após esse terceiro ataque a turistas em menos de dois dias, será reforçado o policiamento em locais de grande concentração de viajantes vindos de fora do País para passar o carnaval na capital fluminense.   Veja também: Em novo arrastão, 34 turistas são roubados em albergue   A nova tentativa foi registrada por volta das 12h30, segundo a Delegacia Especial de Apoio ao Turista (Deat), quando um grupo formado por dez pessoas, entre alemães e americanos, foram abordados por dois homens armados com pistolas, na Estrada das Canoas, em São Conrado, zona sul da capital fluminense.   O assalto foi percebido por policiais militares que passavam pelo local. Houve confronto, mas ninguém foi ferido. Quatro dos turistas tiveram óculos escuros, relógios e câmeras fotográficas roubadas. Segundo relatos, o grupo voltava de um passeio de jipe pela Floresta da Tijuca e foram rendidos quando pararam para tirar fotos.   Segundo o delegado titular da Deat, Fernando Veloso, foi solicitado - e atendido - um aumento do contingente policial junto a locais de grande presença de estrangeiros, como albergues, hotéis e roteiros turísticos conhecidos. "Todos os batalhões foram comunicados e se mostraram dispostos a colaborar", disse o delegado.   Apesar das ocorrências recentes, Veloso acredita no crescimento desse tipo de crime. "Foram atos que naturalmente chamam a atenção, mas a tendência não é de alta, mas, sim, de queda de crimes contra turistas estrangeiros. Em 2008 registramos queda de mais de 10% nos roubos, furtos e assaltos (contra estrangeiros) do que em 2007", destacou.Entre a madrugada de quarta e esta quinta, dois albergues foram assaltados - um em Copacabana e outro, na Lapa - e 47 estudantes tiveram vários objetos e dinheiro roubados. Nesta tarde a ocorrência foi contra o grupo que voltava de um passeio pela Floresta da Tijuca.

Tudo o que sabemos sobre:
alberguearrastãoRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.