Após acidente, Via Dutra é liberada em Guaratinguetá

Um acidente envolvendo um caminhão e um ônibus deixou cinco mortos e mais de 20 feridos

RICARDO VALOTA, estadao.com.br

26 Fevereiro 2008 | 07h20

A pista sentido Rio-São Paulo da Rodovia Presidente Dutra foi liberada por completo às 7 horas desta terça-feira, 26, após quase 4 horas de interdição entre os municípios de Aparecida e Guaratinguetá, no Vale do Paraíba. Um acidente envolvendo um caminhão e um ônibus fretado, da Viação Translourdes, por volta das 3h15 desta manhã, no km 67, deixou 5 mortos, sendo três homens e duas mulheres, e pelo menos 20 feridos.   Em nota à imprensa, a concessionária NovaDutra afirmou que não há congestionamento no local, após a desinterdição. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista de um caminhão que transportava ovos, seguia na pista sentido SP-RJ quando perdeu o controle da direção e bateu contra a mureta central. Com o impacto, o baú do caminhão foi arremessado para a outra pista.   Para desviar da estrutura metálica do caminhão, o motorista do ônibus, que transportava moradores de Cruzeiro (SP) e que foi fretado pela prefeitura, fez uma manobra brusca e bateu lateralmente contra uma carreta, que acabou caindo numa ribanceira, atingindo uma casa. O coletivo era ocupado por pacientes que iriam ser atendidos em 12 hospitais na capital paulista. Com o choque, o ônibus tombou na pista.Nenhum dos ocupantes dos veículos de carga se feriram. Quatro das vítimas fatais, segundo a Polícia Rodoviária, morreram no local. Bombeiros e ambulâncias das prefeituras da região e equipes de resgate da concessionária NovaDutra encaminharam os feridos para os hospitais das cidades de Guaratinguetá e Aparecida.

Mais conteúdo sobre:
Via DutraacidenteGuaratinguetá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.