Após acordo com Talebã, reféns chegam à Coréia do Sul

Grupo foi beneficiado por acordo fechado entre governo da Coréia do Sul e militantes.

BBC Brasil, BBC

03 de setembro de 2007 | 13h00

Um avião levando dezenove sul-coreanos que foram mantidos reféns por seis semanas pelo Talebã, no Afeganistão, chegou neste sábado à capital da Coreia do Sul, Seul."Pedimos perdão pela confusão causada e agradecemos a todos que ajudaram na nossa volta", disse uma das reféns, Yu Kyeong-Sik, após desembarcar."Nossa dívida com nosso país e sua gente é muito grande."A libertação do grupo, composto por missionários cristãos, foi negociada pelo governo sul-coreano diretamente com o Talebã.A Coréia do Sul nega ter pago resgate mas integrantes do Talebã alegam que uma soma foi paga. Correspondentes dizem acreditar que um resgate deve ter sido pago.O país diz que, como parte do acordo, vai retirar suas tropas do Afeganistão até o fim do ano, como já estava previsto. Além disso, vai proibir a ida de missões religiosas ao Afeganistão.A Igreja insiste que o grupo estava fazendo trabalho assistencial e não envolvido em atividades missionárias. Do grupo inicial de 23 pessoas, dois foram mortos e dois libertados anteriormente.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.