Após conflito em RR, Tarso Genro vai à reserva indígena

O ministro da Justiça, Tarso Genro, segue para Roraima para acompanhar a crise entre arrozeiros e índios na reserva Raposa Serra do Sol, com 1,7 milhão de hectares em área continua, na fronteira com a Venezuela e Guiana. O ministro participava com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva da inauguração de um projeto de urbanização em Manaus (AM). Ontem, a crise foi agravada na região com enfrentamentos entre índios e funcionários do líder dos arrozeiros, Paulo César Quartiero, prefeito de Pacaraima. Dez índios foram feridos a tiros. Segundo informações da Agência Brasil e do coordenador de Projetos da Comunidade Raposa Serra do Sol, ligado ao Conselho Indígena de Roraima (CIR), o macuxi Jaci José de Souza, cinco dos índios feridos devem prestar depoimento à Polícia Federal ainda hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.