Após enchente, cidades alagoanas continuam sem água

Algumas cidades de Alagoas atingidas pelas últimas enchentes permanecem sem abastecimento de água, segundo balanço da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) divulgado hoje. São elas Palmeira dos Índios, Murici, Minador do Negrão e Santana do Mundaú.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 14h14

Segundo a Casal, o sistema Carangueja-Caçamba, em Palmeira dos Índios, ainda está parado. Os conjuntos de bombeamento e quadros de comando ficarão em Maceió até segunda-feira, para secagem e revisão. A empresa de eletricidade contratada para a Carangueja, em Quebrangulo, deverá concluir os trabalhos até segunda-feira. Oito carros-pipa foram contratados para abastecer a população.

Para a recuperação provisória da travessia das adutoras sobre o rio Paraíba ficou decidido a contratação de uma empresa que estará fabricando os tubos de 400mm. A previsão de entrada em operação do sistema provisório é para o dia 5 de julho.

No município de Minador do Negrão houve rompimento da adutora no rio Traipu. O trabalho de recuperação está previsto para começar hoje. A cidade está sem água e um carro-pipa foi enviado para o local.

A cidade de Murici também está desabastecida. Tubos para refazer a adutora já chegaram ao local e nesta quinta-feira começa a montagem. Até a terça-feira o sistema voltará a operar.

Em Santana do Mundaú não há abastecimento de água por falta de energia. Cerca de 30% da rede de água da cidade está danificada.

Já as cidades de Quebrangulo, Jacuípe e Paulo Jacinto já estão recebendo água, além do envio de um carro para lavar as ruas e casas e desobstruir as galerias. Em Rio Largo, há vazamentos e outros problemas na rede de distribuição, mas os moradores estão recebendo água. Em Ibateguara, o abastecimento é feito com gerador.

Em Capela foi instalada uma bomba à diesel para colocar a adutora, provisoriamente, em funcionamento. A solução definitiva só virá depois que o rio Paraíba baixar o nível. Seis carros-pipa estão abastecendo a população.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasNordesteáguaAlagoas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.