Após enchentes, SC confirma 301 casos de leptospirose

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) da Secretaria da Saúde de Santa Catarina confirmou hoje mais 59 casos de leptospirose. Com isso, subiu para 301 o total de pessoas infectadas nos municípios castigados pelas chuvas no Estado. Os dados referem-se ao período de 22 de novembro até a última terça-feira. Outras 870 notificações estão em análise. Já foram descartadas 729 suspeitas. O período de incubação da doença pode durar até 30 dias. A DIVE recomenda que a população procure um posto de saúde ou hospital aos primeiros sintomas de febre alta, dores musculares e de cabeça. Em quadros mais graves, a leptospirose também causa icterícia (coloração amarelada na pele e mucosas), insuficiência renal, hemorragias e alterações neurológicas. O número de mortos em todo o Estado já chega a 133 e a Defesa Civil confirmou que oito pessoas seguem desaparecidas. Ainda há 32.853 pessoas sem casa no Estado - 5.617 estão desabrigados e outros 27.236, desalojados.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

26 Dezembro 2008 | 15h09

Mais conteúdo sobre:
chuvas Santa Catarina leptospirose

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.