Após neblina, Santos Dumont reabre para pousos no Rio

O Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, foi reaberto para pousos, depois da forte neblina que atingiu a cidade na manhã de hoje. De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), por volta das 11 horas, o aeroporto funcionava com o auxílio de instrumentos para pousos e decolagens, mas a movimentação de passageiros e os vôos não foram prejudicados de forma significativa. Pelo menos quatro vôos previstos para hoje foram desviados para o Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), em razão do nevoeiro.Até as 10 horas, dos 21 vôos previstos para o Santos Dumont, oito tiveram atrasos de 30 minutos ou mais e três acabaram sendo cancelados. Já o Galeão operava com a ajuda de aparelhos apenas para pousos, ainda em razão do nevoeiro. Dos 50 vôos programados até as 10 horas, três sofreram atrasos iguais ou superiores a meia hora. Outros quatro registraram cancelamento.No restante do País, os principais aeroportos não ofereciam entraves aos usuários, informou a Infraero. Entre a zero hora e 10 horas, dos 586 vôos marcados, 77 acusaram atrasos iguais ou maiores que 30 minutos, o que corresponde a 13,1% dos vôos previstos e 14 foram cancelados (2,4%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.