Após nova pane, passageiros incendeiam trem no Rio

Passageiros atearam fogo à cabine do maquinista de um trem da SuperVia, por volta das 19h45 dessa quarta-feira, 11, na estação de Bonsucesso, na zona norte do Rio de Janeiro. A confusão começou após uma pane numa composição que seguia da Central do Brasil (Centro do Rio) em direção à Saracuruna (Baixada Fluminense), na altura da estação Penha Circular (zona norte do Rio), por volta das 18h15, pico da volta para casa.

MARCELO GOMES, Agência Estado

12 de setembro de 2013 | 09h45

O problema mecânico prejudicou a circulação no ramal Saracuruna. Revoltados, passageiros que lotavam as plataformas de embarque e vagões de trens parados no ramal depredaram pelo menos três estações: Triagem, Penha Circular e Central do Brasil.

De acordo com a SuperVia, concessionária que opera os trens suburbanos na Região Metropolitana do Rio, o fogo no trem que estava em Bonsucesso foi controlado às 20h10 pelo Corpo de Bombeiros. Cinco minutos depois, a circulação no ramal Saracuruna começou a ser retomada, com atrasos. Às 20h40m, saiu o primeiro trem da Central do Brasil com destino a Saracuruna.

Por volta das 20h, policiais do Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer) prenderam duas pessoas em flagrante tentando incendiar um trem na estação Central do Brasil. O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia (Lapa).

Problemas frequentes

Na semana passada, o funcionamento dos trens sofreu problemas por três dias consecutivos. Na ocorrência mais grave, na manhã de terça (03), passageiros atearam fogo a um trem que estava parado na estação Quintino (zona norte do Rio), devido a um problema mecânico que parou a circulação no ramal Santa Cruz (zona oeste do Rio).

Mais conteúdo sobre:
tremdepredaçãoRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.