Após ser preso, Veronez é afastado da diretoria da CNA

O pecuarista Assuero Doca Veronez, um dos vice-presidentes da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), foi preso hoje, no Acre, acusado de pertencer a uma rede de exploração sexual de adolescentes. A entidade divulgou uma nota comunicando o afastamento de Veronez da diretoria.

AE, Agência Estado

02 de novembro de 2012 | 18h13

"Ele permanecerá afastado até que sejam concluídas as investigações policiais sobre suposta rede de prostituição de menores", diz trecho. "A CNA repudia a exploração sexual de menores e considera indefensável o envolvimento de qualquer cidadão com a prática de crimes desta natureza", conclui a entidade.

Tudo o que sabemos sobre:
CNAprisãoAssuero Doca Veronez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.