Após uma semana internado, Lula deixa hospital em SP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou o Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, às 15h15, depois de uma semana de internação. Lula, que estava acompanhado pela mulher, Marisa Letícia, deixou o hospital pela garagem, sem falar com a imprensa.

TOMAS OKUDA, Agência Estado

11 Março 2012 | 15h34

Nesta recente internação - Lula havia dado entrada no hospital no dia 4 de março - ele apresentou febre e leve pneumonia. Foram diagnosticados dois pequenos focos de infecção, um em cada pulmão. No último boletim médico divulgado, na quinta-feira passada, a equipe médica informou que o tratamento foi feito com antimicrobianos.

Apesar da febre e da leve pneumonia, os médicos consideraram o diagnóstico normal para um paciente que passou por três ciclos de quimioterapia e 33 sessões de radioterapia para combater um câncer na laringe. Nesta internação, o ex-presidente foi aconselhado também a poupar a voz, motivo que levou à suspensão das visitas ao hospital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.