Aposentado é baleado e morre em Sorocaba

O bancário aposentado Gerson Teixeira Mendes, de 69 anos, foi morto com um tiro ao sair para fumar no quintal de sua casa, na manhã desta segunda-feira, 8, no Jardim São Paulo, bairro residencial da zona oeste de Sorocaba. Dois adolescentes foram visto pulando o muro da residência e são suspeitos do crime. Eles fugiram sem levar nada e ainda não foram identificados. Apesar da suspeita de tentativa de roubo, a Polícia Civil registrou o caso como homicídio doloso.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Estadão Conteúdo

08 Setembro 2014 | 14h25

De acordo com familiares, o aposentado tinha o hábito de sair do interior da casa para fumar e teria se deparado com os menores, que tentaram rendê-lo. Provavelmente ele se assustou e foi baleado. Um dos disparos acertou a cabeça da vítima. A mulher ouviu o barulho dos tiros e se trancou no quarto. Um vizinho, também atraído pelos disparos, encontrou Mendes caído no corredor. Ele acionou o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), mas os médicos constataram que ele já estava morto.

De acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública do Estado, foram registrados 50 homicídios dolosos de janeiro a julho deste ano em Sorocaba. No mesmo período do ano passado, houve 35 homicídios. A alta foi de 42%.

Mais conteúdo sobre:
Sorocabaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.