Apple e Google fecham acordo de US$300 mi para encerrar processo

Quatro grandes empresas de tecnologia incluindo Apple e Google concordaram em pagar um total de 324 milhões de dólares para colocar fim a um processo no qual eram acusadas de conspirar para reduzir salários no Vale do Silício, disseram fontes próximas ao acordo, algumas semanas antes da data do julgamento.

Reuters

24 Abril 2014 | 20h58

Trabalhadores de tecnologia entraram uma ação coletiva contra Apple, Google, Intel e Adobe Systems em 2011, alegando que essas empresas conspiraram para não solicitar funcionários umas das outras com o objetivo de evitar uma guerra de salários. Eles pretendiam pedir 3 bilhões de dólares em indenizações, de acordo com informações do tribunal. Esse volume poderia subir a 9 bilhões de euros de acordo com a lei antitruste.

O caso vinha sendo observado de perto devido ao alto volume de indenizações e por afetar a elite do Vale do Silício. O processo foi baseado amplamente em e-mails nos quais o fundador da Apple, Steve Jobs, e o ex-presidente do Google Eric Schmidt e alguns de seus rivais do Vale do Silício mostraram planos de evitar uma disputa por engenheiros.

Em uma troca de e-mails depois que um recrutador do Google solicitou um funcionário da Apple, Schmidt disse a Jobs que o recrutador seria demitido, disseram os documentos do processo. Jobs então encaminhou a mensagem de Schmidt a um executivo importante da área de recursos humanos com um desenho de um sorriso.

Outras mensagens mostram o diretor de recursos humanos do Google perguntando a Schmidt sobre o acordo. Schmidt, agora presidente-executivo da empresa, pediu discrição.

"Schmidt respondeu que ele preferia tratar disso verbalmente, já que não queria criar um documento pelo qual poderiam ser processados posteriormente", disse, de acordo com o processo. O diretor de RH concordou.

(Por Dan Levine)

Mais conteúdo sobre:
TECH GOOGLE APPLE LEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.