Apple: gravadoras deviam abandonar software antipirataria

O presidente-executivo da Apple, Steven Jobs, pediu na terça-feira que as quatro grandes gravadoras mundiais comecem a vender música online sem o software de proteção para impedir a pirataria, conhecido como "administração de direitos digitais", ou DRM. Jobs disse que não parecia haver vantagem para as gravadoras em continuar vendendo mais de 90% de sua música em CDs, desprovidos de DRM, enquanto vendem a pequena porcentagem restante sob a proteção de complicados sistemas de DRM. "Se esses requerimentos fossem removidos, o setor de música poderia experimentar um influxo de novas empresas dispostas a investir em novos sistemas de comércio e aparelhos. E isso só pode ser visto como positivo pelas gravadoras", ele afirmou em comunicado postado no site de sua empresa. A Apple vem sofrendo pressão na Europa para tornar a música vendida pelo iTunes compatível com outros players digitais, que não o iPod. Em janeiro, o ombudsman que protege os direitos dos consumidores na Noruega anunciou que a Apple precisa abrir o acesso à iTunes até 1º de outubro, ou sofrerá processo. A empresa sofreu críticas em outros locais porque as canções adquiridas no iTunes só podem ser executadas no iPod, e não em outros aparelhos. "Talvez as pessoas insatisfeitas com a situação atual devam reorientar suas energias e começar a persuadir as gravadoras a vender música sem proteção DRM", disse Jobs quanto à ação européia. A Apple também deve reiniciar negociações com as quatro grandes gravadoras em março, para discutir os termos do relacionamento entre elas e a iTunes Music Store, de acordo com uma fonte que está familiarizada com as discussões. No momento, a iTunes Music Store é a maior vendedora mundial de música em formato digital, tendo vendido cerca de dois bilhões de canções desde o seu lançamento, em 2003. Ela detém mais de 70% do mercado de vendas de música digital nos Estados Unidos. As canções vendidas pela loja são protegidas pelo software FairPlay, da Apple, que impede que os usuários façam múltiplas cópias para distribuição. O Fairplay só funciona com o software da iTunes e em players iPod.

Agencia Estado,

07 Fevereiro 2007 | 16h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.