Apresentadora Hebe Camargo morre aos 83 anos

A apresentadora de TV Hebe Camargo morreu na madrugada de sábado em sua casa no Morumbi, em São Paulo, de uma parada cardíaca, informou o SBT.

Reuters

29 de setembro de 2012 | 14h08

A apresentadora morreu aos 83 anos dois dias após assinar contrato para voltar ao SBT, onde ela havia trabalhado por mais de 20 anos.

Antes de retornar à TV de Silvio Santos, Hebe apresentou programa na RedeTV! que levava o seu nome.

Hebe Camargo, conhecida como a "dama da televisão brasileira", lutava contra um câncer desde 2010.

No comunicado do anúncio de seu retorno à emissora, o SBT intitulou Hebe de "rainha da TV brasileira".

CARREIRA

Hebe Ravagnani Camargo iniciou sua carreira como cantora de rádio, em sua cidade natal Taubaté (SP).

A convite de seu amigo Assis Chateaubriand, ajudou a buscar os equipamentos para a fundação da primeira emissora brasileira, a TV Tupi, e participou do primeiro programa a ir ao ar na história do Brasil, em 1950, chamado "TV na Taba".

Participou do programa "O Mundo é das Mulheres", o primeiro feminino a estrear no país, e fez participações como atriz em telenovelas.

Na década de 60, foi contratada pela TV Record, onde iniciou sua carreira como entrevistadora de talk show pela qual ficou nacionalmente famosa. Depois passou, entre 1979 e 1985, atuou pela TV Bandeirantes.

A consagração veio na emissora SBT, onde entrou em 1986, e ficou por 24 anos à frente do programa de entrevistas "Hebe", às terças-feiras à noite.

Em 2010, assinou contrato com a RedeTV! para assumir um programa de entrevistas e variedades nas noites de terça.

Hebe, de 83 anos, foi diagnosticada com câncer de peritônio após a descoberta de um tumor maligno durante uma cirurgia no estômago.

(Por Laiz Souza)

Tudo o que sabemos sobre:
HEBETV*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.