Aprovação a governo Dilma sobe para 49%, diz Datafolha

A avaliação ótima ou boa ao governo da presidente Dilma Rousseff passou de 47 por cento em março para 49 por cento em junho, revelou neste sábado pesquisa Datafolha realizada após a queda do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci.

REUTERS

11 Junho 2011 | 18h31

O levantamento, que será publicado na íntegra na edição de domingo do jornal Folha de S.Paulo e que teve uma prévia divulgada no sábado no site Folha.com, foi realizado nos dias 9 e 10 de junho, depois que Palocci pediu demissão em meio a denúncias decorrentes de seu aumento patrimonial.

De acordo com o site do jornal, a pesquisa revelou que "a imagem pessoal da presidente foi afetada", e houve ainda uma piora generalizada nas expectativas com a economia, principalmente em relação à inflação.

Além da saída de Palocci, que era considerado o ministro mais importante do governo, Dilma realizou na sexta-feira uma troca entre os ministros da Secretaria de Relações Institucionais (SRI) e da Pesca e Aquicultura.

Ideli Salvatti assumiu a SRI, que é encarregada da articulação política do governo com o Congresso, enquanto Luiz Sérgio foi nomeado para substituí-la na Pesca.

Para a vaga de Palocci na Casa Civil, Dilma nomeou a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

A pesquisa Datafolha ouviu 2.188 pessoas em todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

(Por Pedro Fonseca)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA DATAFOLHA JUNHO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.