aqui o ovo tem de ser choco

Tradição do Paladar, a megadegustação deste ano reuniu 58 ovos de chocolate que foram separados pelo lugar onde podem ser comprados. Tem de todo tipo para todo tipo de gosto. Eles foram avaliados por seis jurados

O Estado de S.Paulo

21 Março 2013 | 02h14

Eis a seleção do Paladar dos ovos de Páscoa da safra 2013 em São Paulo. Neste ano, em vez de apresentá-los pela variedade, pela porcentagem de cacau, pelo preço ou pelo tipo de recheio, como já fizemos em edições anteriores, resolvemos agrupá-los conforme o tipo de fornecedor.

A ideia é facilitar a sua vida. Primeiro, você decide onde quer comprar os ovos de Páscoa. Supermercado? Chocolaterias? Por encomenda? E aí confere os que escolhemos em cada tipo de estabelecimento.

Como faz todo ano, a repórter Lucinéia Nunes percorreu lojas, confeitarias e chocolaterias - entre outros estabelecimentos - e preparou um amplo levantamento dos ovos disponíveis em São Paulo.

A equipe do Paladar analisou a lista, selecionou 58 ovos e estabeleceu cinco categorias: supermercados, novos chocolateiros, docerias, ovos por encomenda e chocolaterias de grife. Lucinéia foi às compras e gastou R$ 4 mil - os ovos de Páscoa continuam caros, muito caros, alguns chegam a custar R$ 400, o quilo.

A megadegustação de ovos de chocolate é uma tradição no Paladar. Ideia do diretor de Produtos e Projetos do Estado, Ilan Kow, na época em que era o editor do Divirta-se, do Jornal da Tarde, em 2003. Ele foi o primeiro editor do Paladar e trouxe a megadegustação para o caderno em 2006. Até 2011, Ilan provou e avaliou os ovos sozinho. No ano passado, ele generosamente cedeu seu lugar: a safra 2012 foi avaliada por um júri formado por leitores.

Desta vez, montamos um júri misto, com seis integrantes (leia ao lado). Entre eles, os leitores, Mauro Andrea e Fernando Flexa. As vagas para leitores no júri foram disputadíssimas: 1.030 pessoas concorreram, enviando textos sobre chocolate para o site do Paladar. Apenas duas foram escolhidas para participar da degustação.

A prova foi feita na última quinta-feira, na cozinha do Paladar, às cegas - isto é, os jurados provavam e avaliavam os ovos sem saber quais eram. Anotaram suas impressões numa ficha e depois compararam opiniões para escolher os melhores em cada uma das categorias.

No caso de empate, os jurados repetiam a prova: limpavam o palato com goles de água com gás antes de levar à boca cada pedaço de chocolate. Quebravam a casca, mordiam e comparavam antes de votar. Os resultados você confere a seguir. Se discordar, não fique quieto: comente no blog do Paladar.

Comprar esses ovos dá trabalho: é preciso encomendar. Apesar da sofisticação, apenas dois na categoria merecem o esforço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.