Arábia Saudita detém iraniano, libanês e 16 sauditas por espionagem

A Arábia Saudita afirmou nesta terça-feira que 18 pessoas, incluindo um iraniano e um libanês, foram detidas por espionagem.

Reuters

19 de março de 2013 | 16h52

O porta-voz do Ministério do Interior, Mansour al-Turki, disse à TV estatal que se tratava de "um caso de espionagem" e que os suspeitos estavam "envolvidos numa célula de espionagem para um Estado". Os outros detidos eram todos sauditas.

"Eles estavam reunindo informações sobre instalações e áreas vitais no país e fornecendo esses dados a agências de inteligência deste Estado", afirmou ele, sem identicar o Estado.

(Por Sami Aboudi)

Tudo o que sabemos sobre:
ARABIASAUDITAESPIONAGEMPRENDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.