Arábia Saudita libera 44 manifestantes xiitas, dizem ativistas

Autoridades sauditas libertaram 44 manifestantes xiitas que pediram o fim das violações aos direitos humanos no país e protestaram contra a intervenção da Arábia Saudita no Barein, disseram ativistas nesta quarta-feira.

REUTERS

27 de julho de 2011 | 10h55

Ativistas na Província Leste, produtora de petróleo, onde a minoria xiita da Arábia Saudita reside, afirmaram que o governo deteve dezenas de manifestantes xiitas nos últimos quatro meses depois que eles fizeram pequenos protestos, exigindo mais direitos.

"Eles libertaram 44 (ativistas) esta manhã. Ainda há 28 na prisão de Dammam (posto policial)", disse Fouad Ali, ativista da Província Leste, que esteve envolvido nos esforços de libertação.

Um porta-voz do Ministério do Interior disse que não podia comentar imediatamente.

(Reportagem de Asma Alsharif)

Tudo o que sabemos sobre:
ASAUDITAXIITASLIBERA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.