Argentina dará asilo a ex-ministro de Honduras

O governo argentino anunciou nesta quinta-feira que dará asilo político ao ex-ministro de Honduras Enrique Flores Lanza, mão-direita do recentemente deposto presidente do país, Manuel Zelaya.

REUTERS

02 Julho 2009 | 20h54

"A solicitação de Flores Lanza foi feita na nossa representação em Tegucigalpa, e o chanceler Jorge Taiana decidiu pela concessão do asilo", afirmou num comunicado o Ministério do Exterior da Argentina.

O comunicado acrescenta que o ex-ministro hondurenho "já se encontra oficialmente na sede diplomática argentina e, dali, conversou com o chanceler argentino, que se encontra em Washington, onde preside a assembleia dos chanceleres, convocada pelo Conselho Permanente da OEA (Organização dos Estados Americanos)".

Militante de esquerda desde jovem, Flores Lanza era um dos homens mais influentes do governo de Zelaya.

A presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, junto com o do Equador, Rafael Correa, manifestaram anteriormente a disposição de escoltar Zelaya de volta a Honduras.

O golpe militar no país, ocorrido no domingo, provocou a condenação internacional.

(Reportagem Jorge Otaola)

Mais conteúdo sobre:
HONDURAS ARGENTINA ASILO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.